A CONFEDERAÇÃO INTERGALÁCTICA E OS MESTRES ASCENSOS


A CONFEDERAÇÃO INTERGALÁCTICA E OS MESTRES


             

Muitas vezes temos dificuldades para compreender como interagem os Mestres Ascensionados e a Confederação Intergaláctica, por isso decidimos preparar este material para facilitar este entendimento e para tanto contamos com a ajuda do ser multidimensional SHON THOR de ÓRION CENTRAL.
Aproximadamente há 35 milhões de anos atrás na Via Láctea, as grandes forças das trevas e da luz estavam em combate devido a uma rebelião das forças negativas, causando muitas dificuldades em nossa galáxia.
Esses seres das sombras se espalharam pela nossa galáxia e começaram a conquistar, com sucesso, milhares de sistemas estelares. Então, para evitar que essas forças negativas interdimensionais dominassem e explorassem a Via Láctea surgiu a Confederação Intergaláctica cerca de 4,5 milhões de anos atrás.
Os Seres de Luz, que já formavam uma aliança, se tornaram mais e mais organizados e desenvolveram esta confederação, altamente diversificada, que atua como um guarda-chuva, coordenando as defesas da galáxia e fazendo a vez de um fórum de trocas culturais e governamentais entre as diversas civilizações.
A Confederação Intergaláctica vê a si mesma como uma espécie de Nações Unidas dos sistemas estelares de nossa galáxia com o propósito único de permitir e facilitar que a Luz continue a fluir nesta parte do Universo. Atualmente existem mais de 100.000 sistemas estelares e ligas estelares na Confederação. A base primordial desta criação de luz galáctica é o AMOR.
A posição mais alta, dentro de suas numerosas divisões, é a do Conselho Federal Principal que está localizado no grupo de estrelas de Lira na Constelação de Vega. A segunda é composta por vários Conselhos Regionais. Existem atualmente 14 Conselhos Regionais na Confederação e o mais importante para nós, é o chamado Conselho Regional Siriano. Num futuro próximo o Sistema Solar irá fazer parte desse Conselho.
Os sirianos foram orientados pela Hierarquia Espiritual da Terra para mudar o cenário de contacto conosco para um que envolvesse um processo de ascensão em massa. Essa nova realidade fez com que os sirianos comovessem o seu Conselho Regional para uma mudança de postura. Essa política começou a surtir efeito no final dos anos 80. Foi permitido aos sirianos alterar a polaridade do Sol e pesquisar métodos para um processo de ascensão emergencial para a Terra.
Essa pesquisa trouxe diversos grupos de cientistas para nosso Sistema Solar, a fim de avaliar a biosfera da Terra de uma nova maneira (uma maneira que permitisse voltar ao que era no tempo da Lemúria). Esse conceito de restauração tornou-se o princípio básico diretor para todas as missões científicas e espaciais para o nosso planeta. 
A Terra foi avaliada no início de 1990, a fim de preparar-se para a missão doméstica de boas vindas ao 1º Grupo de Contacto da Confederação Intergaláctica. Esse procedimento foi feito com dois propósitos: primeiro - saber como estávamos e segundo - ajudar o 1º Grupo de Contacto em sua missão de restaurar a Terra para as condições desejadas pela Hierarquia Espiritual.
 
A missão descrita abaixo deverá ser realizada pelo 1º Grupo de Contato.
1ª Parte: Ligação com a Hierarquia Espiritual da Terra. Essa primeira parte da missão é para checar as mudanças em nosso planeta.
2ª Parte: Recomposição do Meio Ambiente Planetário. Essa missão científica é contínua e tem auxiliado o estabelecimento dos procedimentos científicos necessários para recolocar nosso planeta no estado primordial, solicitado pela Hierarquia Espiritual.
3ª Parte: Assistência Cultural. Envolve o processo de contato propriamente dito através das artes e da cultura.
4ª Parte: Perímetro Ecológico da Biosfera Terrestre. Restabelece os perímetros ecológicos necessários para nosso planeta. Para realizá-lo é preciso voltar no tempo e comparar o passado com o presente. Programas sonoros especiais foram estabelecidos para alterar a superfície atual do nosso planeta.
5ª Parte: Ligação entre a Confederação Intergaláctica e a Terra. Tem por objetivo promover grupos de interação entre os Conselhos da Confederação e a nossa civilização galáctica emergente. Esta missão está atualmente em vias de ser estabelecida.
Porém, quem está realmente agindo e determinando muitas das atividades que os Confederados estão realizando em nosso planeta, é a Hierarquia Espiritual da Terra (Grande Fraternidade Branca), baseada no Plano Diretor Divino para nosso planeta. A função da Confederação é a de um organismo administrativo, funcional, organizacional e burocrático, digamos assim.
A Confederação não trata diretamente dos caminhos espirituais da humanidade; para isso se faz necessário a presença e a orientação dos Mestres que são os responsáveis diretos pelo progresso espiritual da humanidade.
Para compreenderem como funciona a Hierarquia Planetária, daremos abaixo uma descrição do caminho dos Mestres Ascensionados para terem uma noção de como funcionam ambas as coligações no processo de evolução da Terra. 
Nosso movimento planetário em direção à Quarta Dimensão tornou possível estarmos mais informados sobre a Hierarquia Espiritual que governa a nossa Galáxia; antes, só sabíamos da Hierarquia Planetária e no máximo, da Hierarquia Solar.
A Galáxia Via Láctea, à qual a Terra e o Sistema Solar pertencem, é governada de um lugar chamado Centro Galáctico ou Coração Galáctico. Esse centro está localizado na Constelação de Sagitário.
Nossa Galáxia está dividida em quatro quadrantes e cada um deles está dividido em três setores. Isso significa que existem doze setores dentro de nossa galáxia. Existe um governo específico para cada um desses quadrantes, um outro para cada setor e outro para a Galáxia como um todo. O setor que direciona a Terra vem da constelação da Ursa Maior e seu administrador é um Ser Cósmico cujo nome é Melchior.
Melchior e seus associados têm trabalhado por eons através de nosso logos solar Hélios, que trabalha através de nosso logos planetário, Sanat Kumara. Por causa da aceleração espiritual da Terra, o setor galáctico inteiro de Melchior foi mobilizado para ajudar nosso planeta em sua evolução.

Existem sete grandes dimensões de realidade. As sete dimensões através das quais nós estamos trabalhando, como extensões encarnadas da alma na Terra são: 1) O plano físico; 2) O plano astral; 3) O plano mental; 4) O plano búdico; 5) O plano átmico; 6) O plano monádico; 7) O plano logóico.
A cada plano acima corresponde uma iniciação aqui na Terra e assim teremos a 1ª iniciação (plano físico), a 2ª (plano astral) e assim sucessivamente.
As sete grandes Iniciações pelas quais passamos, nos levam a um grau, em termos de nível de harmonização, dentro de um determinado plano e à conseqüente estabilização neste plano.

Os Mestres que são tão familiares a nós, tais como: Jesus, Djwhal Khul, Saint Germain, Kuthumi, El Morya, Serapis Bey, Paulo Veneziano, Buda, Senhor Maitreya etc. são todos Mestres dos planos acima citados. No entanto, é importante compreender, que as dimensões da realidade acima mencionadas são somente os sete subplanos do plano físico cósmico e assim, são somente uma pequena fração dos sete planos cósmicos.

Os sete planos cósmicos são: 1) O plano físico cósmico; 2) O plano astral cósmico; 3) O plano mental cósmico; 4) O plano búdico cósmico; 5) O plano átmico cósmico; 6) O plano monádico cósmico e 7) O plano logóico cósmico.
Portanto, os Mestres, pelos quais temos tanto respeito e admiração são na verdade Mestres Planetários, mas não ainda Mestres Cósmicos; na verdade eles estão iniciando sua evolução cósmica. Isso indica a vastidão e a realidade sem limites de Deus e de Sua Criação.
Para termos uma idéia da distância entre eles e nós na experiência física terrestre, descreveremos os passos evolutivos a serem ultrapassados:
-a média humana terrestre está inconsciente de sua conexão com a alma e ainda não entrou no Caminho; esse é o primeiro nível que chamamos Reino Hominal;
-em seguida, temos o Aspirante a Discípulo que se encontra no Caminho da Provação;
-depois vem o Discípulo que neste nível completa a Primeira e Segunda Iniciações;
-neste nível temos o Iniciado que realiza e completa a Terceira Iniciação;
-depois temos o Arhat que finaliza a Quarta Iniciação;
-neste estágio temos o Adepto que completa a Quinta Iniciação;
-finalmente temos o Mestre Ascensionado que conclui a Sexta Iniciação.

Após a Sexta Iniciação, o Mestre Ascensionado tem a chance de escolher se permanece no plano físico prestando serviço ou se retorna ao mundo espiritual. É também nessa Iniciação, que o Mestre Ascensionado deve decidir qual dos Sete Caminhos para a alta evolução, ele escolherá para seu destino cósmico.
O Mestre Ascensionado continua a evoluir e passa à Sétima Iniciação, que tem como objetivo fundir-se com a vontade do Logos Planetário e chegar ao Plano Logóico. O grau mais alto de Iniciação então foi alcançado, em termos das Iniciações que podem ser realizadas no plano terrestre.

SHON THOR responde sobre a Confederação Intergaláctica e os Mestres Ascensionados:

Vialuz: Pelas informações que nos chegaram, Sanat Kumara, o Logos Planetário do Sistema Terrestre, encarnou em nosso planeta, em corpo etérico, há 18.500 milhões de anos atrás. Vinha de Vênus, com três outros Seres Gloriosos e iniciou a Hierarquia Espiritual para a Terra, apesar de não ser um membro da hierarquia local. A Confederação surgiu há 4.500 milhões de anos. Como pode haver uma troca entre seres espirituais e os seres da Confederação, com uma diferença tão grande de tempo entre eles?
Shon Thor: Filhos, esquecem vocês que os períodos de espaço-tempo do seu planeta são insignificantes em termos universais? Seria para nós, o equivalente a um intervalo de meses, em seu espaço-tempo terrestre. Os estados das Grandes Consciências são eternos, possuem um registro infinito e podem ser consultados quando necessário, por todo aquele que já atingiu um determinado grau de evolução espiritual. 
Vialuz: Será que você pode nos falar um pouco sobre um Logos, o que é? É um Ser? Quais são suas atribuições? O que significam os diversos Logos? 
Shon Thor: Sendo o homem composto de matéria cada vez mais sutil e vibrátil, e se pode por evolução tornar-se um super-humano, e se toda a criação evolui, podemos por dedução compreender que toda a criação evoluindo poderá atingir um Ser eminentemente Superior. O Universo é a expressão de uma Vida Una Consciente – Deus ou Logos Universal. O Logos Universal anima o Universo com três formas fundamentais de manifestação (é Uno e Trino, ao mesmo tempo). Como expressão de Sua Vida, existem sete Logos Cósmicos. A cada um deles pertencem estrelas que são centros de sistemas evolutivos e expressões de vida do Logos Cósmico.
Quanto ao Logos Solar, compreendam filhos, é o Senhor do Sistema Solar, um centro evolutivo, como explicamos antes, possuidor de vida, movimento e individualidade como um Ser. Suas individualidades são frações da individualidade Dele. O Logos Solar também é Uno e Trino e a ele estão associados sete logos planetários, cada um com sua ação diferenciada. Esses sete logos planetários compreendem hierarquias que trabalham na construção e na conservação do Sistema Solar. Eles se constituem em autênticos centros de força ou canais pelos quais o Logos Solar faz chegar suas energias. 
Vialuz: Ainda vai demorar para a Terra fazer parte da Confederação Intergaláctica? Quais as vantagens que essa coalizão nos trará? 
Shon Thor: Filhos, o seu espaço-tempo para nós é irrelevante. O que realmente vai contar para que seu planeta venha a fazer parte da Confederação é muito mais o estado de consciência do que a capacidade tecnológica de realizar viagens interplanetárias, como querem alguns. Existem leis e normas a serem aceitas e cumpridas por todas as civilizações que ingressam no quadro da Confederação Intergaláctica. Enquanto um planeta, em sua totalidade, não for capaz de aceitá-las com sinceridade, não é possível essa união. Por isso é tão importante a evolução de toda a sua humanidade por igual.

Ao nos conscientizarmos de todas as dificuldades dos Confederados e dos Mestres para nos ajudarem, nos sentimos pequeninos e nos apercebemos da enormidade da tarefa que temos pela frente para sermos membros da Confederação. O esforço conjunto é, mais do que nunca, necessário.
 

 Mãos à Obra! 

VIALUZ Nº. 12 ( Jan / Fev 99 )
http://www.vialuz.com./frame_vialuz3.html

Fonte:http://www.caminhosdeluz.org/A-115B.htm


Postagens mais visitadas deste blog

QUEM É O MESTRE HILARION DENTRO DA FRATERNIDADE BRANCA ?

DESCRIÇÃO ESPIRITUAL DOS CHAKRAS DO BRASIL

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE "O EVENTO" : MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA DA LUZ